Os 100 artigos científicos mais citados em Odontopediatria – Academia da Odontologia
×

Blog da Academia

Odontopediatria

Buscar e analisar os 100 artigos científicos mais citados em Odontopediatria foi o objetivo do estudo publicado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) em parceria com a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) na Int J Paediatric Dent agora em 2019. O intuito dos pesquisadores foi entender melhor o cenário mundial de pesquisa em odontopediatria.

Classificar os artigos de acordo com suas citações não é somente um levantamento de dados. O fato de um artigo ser muito citado também sugere seu potencial de influenciar outros pesquisadores e consequentemente orientar a prática clínica. Afinal, a pesquisa científica em qualquer área só fará sentido se seu objetivo maior for responder uma questão clínica e orientar o profissional que está diretamente em contato com o paciente.

Os autores destacaram que a cárie dental ainda é a doença oral de maior prevalência em crianças e adolescentes e talvez por isso compreender os fatores de prevenção e/ou tratamento da doença cárie ainda é o assunto mais abordado entre os 100 artigos científicos mais citados em Odontopediatria, compreendendo 30% das citações, seguido por temas como crescimento e desenvolvimento dentário (23%), comportamento e epidemiologia (16%), endodontia (8%), materiais dentários (6%) e trauma dental (4%).

O artigo mais citado foi sobre medo e ansiedade, publicado por Klingberd G e Broberg AG, sendo que a cárie dental, apesar de ser o assunto mais abordado entre os 100 artigos, não é o tema abordado entre os cinco artigos mais citados. Os cinco artigos mais citados foram:

  1. Klingberg G, Broberg AG. Dental fear/anxiety and dental behaviour management problems in children and adolescents: a review of prevalence and concomitant psychological factors. Int J Paediatr Dent 2007;17:391‐406.
  2. Cuthbert MI, Melamed BG. A screening device: children at risk for dental fears and management problems. ASDC J Dent Child 1982;49:432‐436.
  3. Thibodeau B, Trope M. Pulp revascularization of a necrotic infected immature permanent tooth: case report and review of the literature. Pediatr Dent 2007;29:47‐50.
  4. Jokovic A, Locker D, Tompson B, Guyatt G. Questionnaire for measuring oral health‐related quality of life in eight‐ to ten‐year‐old children. Pediatr Dent 2004;26:512‐518.
  5. Holan G, Eidelman E, Fuks AB. Long‐term evaluation of pulpotomy in primary molars using mineral trioxide aggregate or formocresol. Pediatr Dent 2005;27:129‐136.

Os EUA é o país com maior número de publicações e citações (25 artigos/ 1665 citações), seguidos por Austrália (11 artigos/ 725 citações) e o Brasil (9 artigos/ 476 citações), sendo que Brasil e Austrália equivalem a 20% dos trabalhos mais citados, refletindo a importância desses pesquisadores em âmbito mundial influenciando e orientando a prática clínica.

De acordo com os autores, os artigos mais citados podem fornecer características importantes que apontam para as lacunas e potencialidades do conhecimento específico em Odontopediatria. De fato, entender o que está sendo mais pesquisado reflete as angústias do clínico em relação aos procedimentos em Odontopediatria e o que ainda precisa de respostas.

Muito orgulho da odontologia brasileira que questiona, reflete e discute para enfim aprimorar sua prática clínica.

Referência: Perazzo MF, Otoni ALC, Costa MS, Granville-Granville NA, Paiva SM, Martins Jr PA. The top 100 most-cited papers in Paediatric Dentistry journals: A bibliometric analysis. Int J Paediatr Dent. 2019; 29: 692-711

Por Juliana Pereira Andriani.

Confira também os planos anuais de Odontopediatria da Academia da Odontologia!

Fale conosco via whatsapp 48991699181