Aleitamento materno e frênulo lingual | Língua presa pode prejudicar?
×

Blog da Academia

Odontopediatria

Sabemos que a amamentação, aleitamento materno, é muito importante para a nutrição do bebê, mas o que muitos não sabem é que esse tipo de amamentação também é importante para o desenvolvimento do musculo esquelético do indivíduo. Diversas estruturas participam desse processo de amamentação, entre elas, a língua que tem um papel fundamental.

A língua é um órgão bastante complexo, capaz de desempenhar diversos movimentos sendo essencial no desempenho de importantes funções, como a amamentação, respiração e fonação. Aderida em sua base ou no rebordo alveolar, há um freio ou frênulo que auxiliam a mobilidade da língua. Quando há alguma alteração de normalidade relacionada a essas estruturas, geralmente há prejuízo dessas funções.

Você sabe o que é importante avaliar para identificar essas alterações? E como saber se a amamentação está sendo ineficiente?

– Posições do frênulo lingual

– Movimento de ordenha

            – Pega correta

            – Pega incorreta

– Quais seriam os sinais de uma amamentação ineficiente?

            – nas mães

            – nos bebês

– Posições do frênulo lingual

O bom posicionamento do freio lingual permite que a língua realize os movimentos de maneira adequada e sem sobrecarregar outros músculos. Durante a amamentação, a língua realiza um movimento anteroposterior e quanto mais próximo ele estiver (sua inserção) ao ápice lingual e a mucosa gengival, maior o grau de encurtamento dessa estrutura. Essa condição impede o movimento fisiológico e muitas vezes precisa ter intervenção cirúrgica.

– Movimento de ordenha

A amamentação é bastante complexa e vários são os fatores que podem influenciar para que ocorra de maneira efetiva. Em casos que a mãe tem dificuldade da amamentação, na pega do bebê por exemplo, é necessária uma equipe multidisciplinar para que haja um equilíbrio, efetividade na amamentação e que reduza os desconfortos tanto da mãe quanto do bebê.

Para retirar o leite materno do seio da mãe, o bebê precisa ordenhar aquelas glândulas e, para isso, assim que se aproxima do seio, o bebê abre a boca empurrando a mandíbula para baixo. Em um processo cíclico, em seguida ocorre a anteriorização da mandíbula e da língua, elevação e retração. Com esse movimento, o leite entra na cavidade oral.

– Pega correta – língua sem encurtamento

Quando a posição do freio lingual está adequada, o bebê consegue abranger a maior parte da auréola com os lábios voltados para fora, assim, o mamilo se alonga na boca e o leite materno é ordenhado na parte posterior da cavidade oral devido ao vácuo formado. Dessa forma, como vemos na imagem, o mamilo fica acomodado por tecidos moles: a língua e o palato mole. Isso permite que aconteça uma extração do leite com equilíbrio muscular, funcionando de forma fisiológica perfeita.

frênulo lingual e aleitamento materno

Língua sem alteração.

– Pega incorreta – encurtamento da língua

Quando há o encurtamento do movimento da língua, pela presença do frênulo inserido inadequadamente, o bebê não consegue fazer a anteriorização de maneira adequada. Então, a língua fica retraída e o lactante não consegue envolver grande parte da auréola, abocanhando apenas o mamilo e sem um vácuo efetivo. Com essa pega inadequada, o mamilo fica em contato com o rebordo gengival e com o palato duro, o que pode causar grande dor e desconforto para a mãe, e assim, não alimentação do bebê.  A imagem acima ilustra que o mamilo não ocupa grande parte da cavidade oral, dificultando os movimentos que a criança precisa fazer para a ordenha precisando recrutar músculos que não seriam fisiologicamente ativos durante a amamentação, trazendo também um desequilíbrio e fadiga.

– Quais seriam os sinais de uma amamentação ineficiente?

  • Nas mães
    • Mamilo achatado
    • Fissuras recorrentes (bilateriais e simétricas)
    • Longos episódios de sucção não nutritiva
    • Ingurgitamento mamário
    • Mastites recorrentes
    • Ductos obstruídos
  • Nos bebês
    • Dificuldade de ganho de peso
    • Gases
    • Estalos
    • Covinhas na bochecha
    • Leite escapando pela comissura labial
    • Engasgos recorrentes
    • Bebê apresenta cansaço
    • Tempo curto entre as mamadas
    • Gastos excessivos de energia
    • Dificuldade de manter a pega
    • Bebê “morde” mamilo
    • Dificuldade em manter abertura de boca
    • Baixo ganho de peso
    • Dificuldade na introdução alimentar
    • Dificuldade de deglutição (atípica)
    • Dificuldade de fonação
    • Dificuldades sociais

Diante de todos os benefícios que o aleitamento materno proporciona aos bebês, é importante que os Odontopediatras estejam atentos nas consultas dos lactantes. Algumas vezes esses pacientes podem ser encaminhados já com a indicação de realizar algum procedimento e em outros casos, o profissional precisa estar atento desde a anamnese ao exame clínico para identificar possíveis alterações que estejam dificultando esse processo. Além de não ter a nutrição adequada, o desenvolvimento músculo esquelético também é prejudicado. Nesses casos, é importante contar com uma equipe multidisciplinar com consultoras de amamentação para auxiliar mãe e filho a ter eficácia nesse processo.

Todo esse conteúdo é detalhadamente explicado pela professora Aline Manfro, no seu curso de atendimento a bebês aqui na Academia da Odontologia. Não deixe de conferir e poder oferecer uma melhor experiência ao seu paciente bebê e toda família!

Não perca tempo e se torne um aluno Premium!

Você possui algum caso clínico que tem muita dificuldade de resolução? Aqui na Academia da Odontologia temos uma mentoria individual e personalizada para que você possa solucionar seus casos clínicos e alcançar o sucesso na odontopediatria!

Academia da Odontologia Suporte técnico

Especialista e Mestre em Ortodontia - UFSC/SC
Doutoranda em Odontologia - UFSC/SC
Membro da Associação Brasileira de Ortodontia - ABOR
Membro da World Federation of Orthodontics - WFO
Professora da Especialização em Odontopediatria - ABCD/ Florianópolis
Professora da Especialização em Ortodontia - ABCD/Florianópolis
Clínica Privada em Florianópolis/SC

Fale conosco via whatsapp 48991699181